Curriculum

João Sotero nasceu nos Açores Ilha Terceira,em 1961.
Em 1967-68 participa em concursos nacionais de Pintura sendo-lhe atribuído  uma menção honrosa e um 1.º prémio.
A partir de 1982 dedica-se à escultura. Trabalha na Figueira da Foz no Atelier do Moinho. De 1989 a 1999 encontra-se em Évora, no Departamento de Escultura em Pedra do Centro Cultural de Évora, onde executou vários trabalhos artísticos e pesquisa em pedra. Pertenceu à Direcção da Gesto-Arte onde colaborou na montagem e divulgação de exposições.

Desde 1995  tem  realizado vários trabalhos cenográficos  para Teatro.
Inicia de 2009 a 2010 o projecto, espaço LoboMau, em Arraiolos.
Actualmente trabalha em Arraiolos em Atelier próprio.

Exposições Individuais

Fez 29 exposições individuais.

 

Participação  em Exposições  Colectivas

Participou em 66 exposições colectivas.

 

Participação em Bienais

 

Participou em 7 Bienais.
( Bienal de Vila Nova de Cerveira
Bienal das Caldas da Rainha )

 

Esculturas Públicas

“Desleixo”, Figueira da Foz.
Departamento de Matemática da Universidade de Évora, Évora.
” NÓS II”,  Câmara Municipal de Évora.
Museu Dr. Santos Rocha , Figueira da Foz.
“ M 0007 “ Limburg, Alemanha.
“ Nó S “ Villmar, Alemanha.
“ Vénus 2000”,Câmara Municipal da Amadora.
“ Nó Padrão”,Câmara Municipal de Cascais
“2- Nós”,Coppengrave, Alemanha.
“Homenagem ao Teatro”Teatro Garcia de Resende, Évora.
“Músico”,Jardim Publico, Évora
“Homenagem ao Concelho” Vila Verde
“Escuta o Outro Lado”. Alemanha, Berlim.

“Homenagem aos Combatentes” Igrejinha

Executou a cenografia e respectivos  adereços para as peças de teatro

 

 

“ O Fetichista” de Michel Tournier, pela Companhia de Teatro e Braga, 1995.
“ O Arquitecto e o Imperador da Assíria” de Fernando Arrabal, pela Companhia de Teatro e Braga, 1996.
“Póquer na Jamaica” de Evelyne Pieiller, pela Companhia de Teatro e Braga e Centro Cultural de Belém, 1997.
“ O Saco Amarelo” de Lygia Bojunga Nunes, pela Companhia de Teatro das Beiras, 1998.
“Repetições” de Martin Crimp pelo Grupo Assédio, Porto, 1999.
“ O Doido e a Morte” de Raul Brandão, pela Companhia de Teatro de Braga, 2002.
“Guerras de  Alecrim e Manjerona “de  António José da Silva , pela Companhia de Teatro de Évora, 2004.
“A Estalajadeira “ de Goldoni pela  Companhia de Teatro de  Braga, 2004.
“Como as Cerejas” de Suzo  pela Companhia de Teatro Maramar, Figueira da Foz, 2007
“O Velho, oMoço eo Burro” Construção cenográfica e marionetas, Teatro Imaginário,
Évora, 2009
“O Rosto Levantado” de Norberto Ávila pelo CENDREV, Évora, 2009

“Mister Paradise”, de Tenneesse Williams, pelo CENDREV, 2013

” Arruda do Elefante ” , 4 Cabeçudos e 1 Elefante, com Teatro do Imaginário, Évora 2015

” A Decisão” de Bertolt Brecht, pelo Teatro Ensaio, Porto, 2015

Workshops

 

“ De la experiencia al lugar” com  Dan Grahan, Vito Acconci e Anish Kapoor, Barcelona, 1998.
“Natural sem Gaz” Monsaraz, 2002.

 

Simpósios

“ Ideen  und Formen”, Alemanha ,  1999.

“Arte 21” Carvalhais,  S. Pedro do Sul, 1999.
“I Bildhaurs Symposium”, Coppengrave, Alemanha, 2001.
“III Simposio  Internacional de Escultura  World Roc Expo” Castres, França, 2004.
6º Symposium “ Stones without borders “ Berlim, Alemanha,2004
I º Simpósio de Escultura , Vila Verde, 2005

 

Está representado no Museu Dr. Santos Rocha, Figueira da Foz; Museu Marítimo de Ílhavo e em colecções particulares.

Deixe uma resposta